Novidades – utopiar
  • Mulheres que contam suas histórias - Margarida

    Mulheres que contam suas histórias - Margarida
    Aqui na utopiar, todas as mulheres que participam das oficinas escolhem codinomes de flores para proteger sua segurança. Nesse post entrevistamos a Margarida para conhecê-la um pouco mais, confira:
  • Detalhes tão pequenos... e neles é onde mora a sua felicidade!

    Detalhes tão pequenos... e neles é onde mora a sua felicidade!
    Existe uma lei, conhecida como Lei do Mínimo, que estabelece que o sucesso do desenvolvimento de um organismo ficará limitado por aquele elemento de sobrevivência faltoso ou deficitário, mesmo que todos os outros elementos ou fatores estejam presentes. Em outras palavras, de nada adianta o excesso de um ou mais fatores necessários à sobrevivência, se existe deficiência de outro, por menor que seja. E, é claro, podemos usar esta lei para a nossa vida, no geral, independentemente da nossa sobrevivência como seres vivos. Justus von Liebig, químico alemão que enunciou esta lei, ao concluir que “o...
  • Mulheres que contam suas histórias - Rosa

    Mulheres que contam suas histórias - Rosa
    Conhecemos a Rosa quando ela estava no abrigo sigiloso. Seus sonhos são o tema de algumas peças, como o Kimono Bordado Fases do Sol e o Kimono Bordado Família. Abaixo, você pode conhecer um pouco mais sobre ela: Quais suas cores favoritas? Gosto de algumas... amarelo, rosa, lilás, preto e azul bebê. Quais são suas comidas favoritas? Frango, bacon, miojo, bolo, queijo mozzarella, macarrão, pudim, salgados, chocolate, arroz e feijão... não gosto muito de salada. O que você mais gosta de fazer? Viajar e dar atenção para meus três filhos. Quem você gostaria de abraçar nesse...
  • Mulheres que contam suas histórias - Lavanda II

    Mulheres que contam suas histórias - Lavanda II
    Conhecemos a Lavanda II quando ela estava no abrigo sigiloso. Seus sonhos são o tema de algumas peças, como o Kimono Bordado Ovo Frito. Abaixo, você pode conhecer um pouco mais sobre ela: Quais suas cores favoritas? Podem ser várias? Vermelho, preto, branco, amarelo e rosa. Quais são suas comidas favoritas? Ovo frito com salzinho e sem frescura. Também gosto de pizza, cuscuz, coxinha, miojo, bolo, pão, carne e peixe. O que você mais gosta de fazer? Eu  gosto de cantar louvor. Meu favorito é aquele que canta assim "Remove a minha pedra...". Não sei o...
  • Conheça nossas flores, as mulheres que dão sentido à utopiar

    Conheça nossas flores, as mulheres que dão sentido à utopiar
    Passados três anos desde a primeira oficina da utopiar, tivemos a chance de conhecer, conviver e aprender com muitas mulheres incríveis.  Quando dizemos que trabalhamos com “mulheres que estão ressignificando histórias de violência doméstica”, corremos o risco de colocá-las dentro de uma caixinha como se a violência as definissem por completo. E isso não é certo. As mulheres com quem convivemos são muito maiores do que as violências que receberam. Elas são feitas de força, perseverança, sonhos, esperança, amor… às vezes pode não parecer, mas elas estão cheias de vida!  Por isso, de uns tempos para...
  • Pocket entrevista com Fabiana Saad!

    Pocket entrevista com Fabiana Saad!
    Na semana passada tivemos o prazer de lançar um novo lenço em parceria com o movimento Mulheres Positivas, fundado por Fabiana Saad. Ele é super leve e fresquinho, com um toque maravilhoso na pele, num tamanho perfeito para fazer diversas amarrações e tingido pelas nossas mulheres que estão ressignificando histórias de violência doméstica.    quero apoiar! Para conhecer melhor a Fabi, conversamos rapidinho com esta mulher incrível para saber um pouco mais sobre seus projetos e estilo de vida. Confira: Fabi, você é envolvida em tantos projetos pessoais e profissionais, que ficamos com uma dúvida...como você...
  • Existe espaço nas suas relações?

    Existe espaço nas suas relações?
    Para que seja saudável e durável, toda relação precisa de espaço para mudança.  Nós somos seres sociais e estamos sempre em relação com o mundo e com os outros. Nossa vida vai acontecendo e os contextos mudam, os desejos mudam, as necessidades mudam, ou seja, nós mudamos – o tempo todo. E algo que parece bastante lógico é que as nossas relações acompanhem estas mudanças internas. Porém percebo que, cada vez menos, as pessoas deixam espaço para que os outros possam mudar e crescer. Relações familiares, afetivas, profissionais... não importa. Todas elas precisam igualmente deste espaço....
  • Você sabe o que é empatia?

    Você sabe o que é empatia?
    Se sua resposta foi algo parecido com “se colocar no lugar do outro”, a resposta está absolutamente errada. Até porque é impossível fazer isso e sempre que tentamos, a percepção passa pela nossa vida e pela nossa ótica e, portanto, não do outro. Empatia também não tem a ver com sentir junto. Até porque nós não conseguimos controlar nossos sentimentos e, se por acaso sentirmos algo junto com alguém, estamos tendo compaixão e não empatia. Escutar as questões de alguém, sorrir e dizer que vai ficar tudo bem tampouco é empatia. Estaríamos aqui falando de simpatia,...
  • Escutemos as vozes das escritoras brasileiras esquecidas pela história.

    Escutemos as vozes das escritoras brasileiras esquecidas pela história.
    Este texto foi originalmente postado em https://www.uol.com.br/ecoa/colunas/arte-fora-dos-centros/2020/09/10/escutemos-as-vozes-das-escritoras-brasileiras-esquecidas-pela-historia.htm "O Brasil precisa ser dirigido por uma pessoa que já passou fome. A fome também é professora." As reflexões da poeta mineira, que viveu parte de sua vida em uma favela de São Paulo, ainda ressoam atuais em nossa terra em transe. Carolina não grita sozinha. Ecoam com ela a utopia feminista da pioneira da ficção científica no Brasil e a luta abolicionista da fundadora da nossa literatura afro-brasileira. Mas quem são essas mulheres? Por que ficamos tanto tempo sem escutar suas vozes? Peço licença aos três filhos de Carolina...
  • Como você tem cuidado de você?

    Como você tem cuidado de você?
    Eu aposto que você já ouviu algumas vezes em sua vida que o autocuidado é importante. Que precisamos cuidar de nós mesmas para poder cuidar dos outros. Que se nós não nos cuidarmos, ninguém o fará. Entre outras ideias deste tipo. Com certeza eu concordo com elas. O autocuidado é essencial para a nossa vida e para nossa saúde (física e mental). Mas percebo em minhas relações pessoais e no consultório que para algumas pessoas é extremamente difícil exercer o autocuidado. Se alimentar bem e comer comidas saudáveis. Incluir rituais prazerosos na rotina. Conseguir colocar limites...
Prontinho! Agora as novidades irão até você ;)