Moda sustentável que ajuda mulheres – Como funciona? – utopiar

Moda sustentável que ajuda mulheres – Como funciona?

Para nós da utopiar, a moda sustentável é uma poderosa ferramenta de transformação. Através dela, buscamos melhorar a vida de mulheres que estão superando a situação de violência doméstica e propor um estilo de vida mais consciente e responsável para quem compra. 

Acreditamos que todos estamos num constante processo de evolução. A cada dia que passa aprendemos mais um pouquinho, procuramos novas respostas e fazemos novas perguntas, afinal, ninguém nasce sabendo, né? Sendo assim, para que mais pessoas possam se envolver nesse ciclo virtuoso e fomentar nossos impactos positivos, decidimos compartilhar por aqui nossos aprendizados, resultados e metas de forma transparente. Viva a era da colaboração! 🙂

 

AFINAL, O QUE É A UTOPIAR?

utopiar é uma start-up social de moda que tem como missão a disrupção do ciclo da violência doméstica. Capacitamos e trabalhamos com mulheres que estão superando a situação de violência doméstica, em abrigos sigilosos e centros de defesa, proporcionando todas as ferramentas para que elas possam confeccionar nossos produtos e, com isso, gerar renda, resgatar a auto-estima e criar novas perspectivas de vida.

Moda sustentável que ajuda mulheres que estão superando a situação de violência doméstica

PORQUE TRABALHAMOS COM MULHERES SUPERANDO A SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o Brasil é o quinto país do mundo que mais mata mulheres. Parece mentira, mas por aqui as mulheres correm mais risco dentro de casa do que nas ruas. Isso porque a imensa maioria dos agressores é próxima das vítimas, sendo principalmente namorado, marido ou ex.

Imagina como deve ser difícil romper com um ciclo de violência quando o agressor está entre as pessoas que deveriam ser de maior confiança? Aqui no blog já contamos as histórias de algumas das mulheres que já passaram por nossas oficinas, como a Lavanda. Com essas histórias, fica claro que a violência doméstica existe em muitas outras formas além da violência física.

Aliás, violência doméstica é crime. Muita gente conhece a Lei Maria da Penha, mas pouca gente de fato a entende por completo. Além disso, muitas pessoas se questionam como uma mulher foi acabar em um ciclo de violência doméstica. Para trazer todas as respostas, vamos dar uma forcinha, trazer um pouco de juridiquês e explicar tudo com detalhes 😉:

De acordo com essa importantíssima lei, existem 5 formas de violência: psicológica, moral, patrimonial, sexual e física. Normalmente elas seguem o que chamamos de ciclo da violência, que é mais ou menos assim:

O casal começa a viver essas outras formas de violência que (infelizmente!) não são reconhecidas… ciúmes excessivos, controle sobre o que a pessoa veste, com quem fala, xingamentos, ameaças, difamação entre amigos e parentes etc. Essa é a fase de tensão do ciclo da violência.

É muito comum que ela evolua para formas mais evidentes de violência, como tapas, puxões de cabelo, beliscões, arranhões, que caracterizam a fase da agressão.

Como a violência é escancarada nesta etapa, as duas partes do casal reconhecem que têm um problema, sentem-se culpados, e então costumam partir para a fase da lua-de-mel, quando pedem desculpas, juram que nada disso vai se repetir – e muitas vezes os agressores culpam a vítima por seu comportamento (“você que me provocou pois sabe que não gosto que você saia com roupa curta!”). E é aí que mora o maior perigo. A tendência é que o casal continue reiniciando o ciclo da violência e que ele fique cada vez mais intenso e com as fases mais curtas, podendo levar inclusive ao feminicídio

Por isso a importância de entendermos não só as formas de violência doméstica, mas também os direitos de quem passa por isso, as maneiras de romper o ciclo e como acolher quem está nele. Este é um assunto muito sério, no qual queremos participar cada vez mais ativamente, e precisamos da sua ajuda para levá-lo para cada vez mais pessoas.

❗ Caso conheça alguém que está passando por uma situação de violência doméstica, denuncie. Você pode ligar no 190 (Polícia Militar) ou 180 (A Central de Atendimento à Mulher). Sua denúncia pode salvar uma vida.

 

COMO O TRABALHO DA UTOPIAR AJUDA ESSAS MULHERES?

A utopiar trabalha em parceria com organizações que já fazem o acolhimento e abrigamento de mulheres que estão superando a situação de violência doméstica. Atualmente, trabalhamos com a Associação Fala Mulher, que mantém um centro de defesa e convivência em um abrigo sigiloso, onde mulheres que correm risco de morte podem ficar com seus filhos em segurança e receber apoio psicológico e assistência jurídica.

Nosso papel com a utopiar é complementar este trabalho através da capacitação, geração de renda e resgate de autoestima. Queremos que elas exerçam o protagonismo de suas vidas e possam de fato seguir em frente. Por isso, não queremos que elas fiquem para sempre com a utopiar, mas que fiquem apenas durante o período que precisam de um apoio para superar seus medos e ansiedades, ajustar a medicação psiquiátrica, adquirir uma rotina segura e saudável, cumprir com as burocracias necessárias e configurar uma nova dinâmica familiar. Nosso objetivo é que elas se preparem para o mercado tradicional de trabalho e de fato sigam em frente. 

Moda sustentável que ajuda mulheres que estão superando a situação de violência doméstica

COMO FUNCIONAM ESSAS OFICINAS?

Todas as semanas temos uma oficina na AFM para apresentar novas técnicas, entregar materiais e receber a produção que elas fizeram ao longo da semana anterior. Em dois anos de utopiar, já realizamos diversas oficinas de shibori, tie-dye e bordado e alcançamos os seguintes resultados:

➞ 30 mulheres capacitadas e remuneradas 👩

➞ R$ 24.559,55 gerados por e para elas 💸

➞ 192 horas de oficina ministradas 🎨

Moda sustentável que ajuda mulheres que estão superando a situação de violência doméstica

Pagamos valores justos de mercado referente à produção de cada uma, independente se a peça foi vendida ou não, pois o risco do estoque é da utopiar. Também é importante ressaltar que elas não têm nenhum custo de material, já que a utopiar fornece todos os materiais e ferramentas necessários para a produção. 

Uma de nossas metas mais queridas para 2020 é oferecer também a capacitação em corte e costura para que elas possam se envolver em todas as etapas da produção e, com isso, aumentar o número de mulheres envolvidas e o valor gerado por e para elas  💙. Vamos juntxs?

Prontinho! Agora as novidades irão até você ;)