A parte mais difícil de todas é essa, levantar da cama de manhã. Mas graças a Deus hoje eu consigo arranjar motivos pra sair da cama. Depois que ele foi embora, eu comecei a sorrir de novo e meus filhos também. Eu tô aqui com a utopiar faz um mês. Hoje, como era dia de oficina, foi um dia fácil pra eu levantar da cama. Aqui nós conversamos, nós rimos e converso com outras mulheres que também passaram por isso.” - Cacto (codinome utilizado por uma de nossas beneficiárias)

“Se eu pudesse dizer algo às mulheres que também sofrem com a violência psicológica, seria para elas ficarem atentas ao comportamento de seus companheiros, e que as vezes não é só uma humilhação, as vezes é uma tortura psicológica e que deve ser tratada, até porque essa tortura pode te levar à um quadro de depressão e síndrome do pânico. E que elas procurem ajuda, porque a vida tá aí pra gente viver e temos que aproveitar estes momentos.” - Cravo (codinome utilizado por uma de nossas beneficiárias)

“Hoje em dia eu olho pra trás, vejo tudo que aconteceu na minha vida e falo: “caraca, eu consegui!” Nossa, é muito legal isso. Passa todo um filme na minha cabeça de tudo que eu vivi e eu choro, às vezes de felicidade, porque eu consegui sair viva dessa, eu tive essa sorte. Quando eu precisei, ninguém estava por mim. Mas graças as meninas que eu conheci aqui, minha vida mudou pra melhor. É muita história, é muita risada e muita motivação, sabe? E é maravilhoso porque a gente pensa que nunca mais vai encontrar pessoas que se importem com você.” - Lavanda (codinome utilizado por uma de nossas beneficiárias)

“Meu conselho para as mulheres que estão passando por uma situação de violência é: em primeiro lugar temos que nos valorizar e sempre buscarmos ser feliz. Independente de qualquer coisa, nós temos que ser felizes. Procurar ajuda é muito importante e saber que não estamos sozinhas. Tem muita gente que faz muito pelas pessoas”. - Amor Perfeito (codinome utilizado por uma de nossas beneficiárias)

 

Prontinho! Agora as novidades irão até você ;)